06.01.2015
01/01/2015 - Por Flávio Teixeira Em solenidade realizada nesta quinta-feira (01/01), na sede da Corte de Contas, às 9 horas, tomou posse a nova diretoria do Tribunal de Contas do Estado de Mato Grosso do Sul (TCE-MS), tendo como presidente o conselheiro Waldir Neves e corregedor geral o conselheiro Iran Coelho. Já na qualidade de presidente do TCE-MS o conselheiro Waldir Neves deu posse a Osmar Domigues Jeronymo no cargo de conselheiro. Ficou suspensa a posse do vice-presidente eleito, conselheiro José Ricardo Pereira Cabral, em virtude das ações que tramitam na Justiça.   A solenidade, prevista inicialmente para acontecer às 14 horas, foi antecipada em função da posse do governador do Estado, Reinaldo Azambuja, prevista para as 15 horas. Participaram do evento os conselheiros Waldir Neves, Iran Coelho, Ronaldo Chadid e o presidente do na Assembleia Legislativa do Estado, deputado estadual Jerson Domingos, além de familiares do conselheiro recém-empossado Osmar Jeronymo.   O conselheiro Ronaldo Chadid, na qualidade de corregedor-geral e presidente em exercício do TCE-MS foi quem empossou oficialmente Waldir Neves no cargo. O conselheiro Waldir Neves foi eleito em 29 de outubro de 2014, por unanimidade, para presidir a Corte de Contas biênio 2015-2016.   Nascido em 31/01/1963 na cidade de Miranda (MS), Waldir Neves é bacharel em Direito e História. Em 1991 elegeu-se deputado estadual com votação recorde. Já no primeiro mandato foi vice-líder do Governo na Assembleia Legislativa, passando a Líder do PSDB na legislatura seguinte, seu segundo mandato. Em 2006, após quatro mandatos como deputado estadual, foi eleito deputado federal com quase 80 mil votos. Tomou posse como conselheiro do TCE-MS em 15/07/2009 e ocupava desde 2013 o cargo de Ouvidor do TCE-MS.   O novo presidente agradeceu o apoio que teve de todos os conselheiros e pediu a Deus que o ilumine para acertar em suas decisões. “Vou desempenhar minhas funções com parcimônia, bom senso, buscando sempre a harmonia entre os Poderes, os corpo diretivo e os servidores da Corte de Contas”, afirmou. Ele disse ainda que sua gestão será marcada pela fiscalização preventiva, buscando a qualidade na prestação dos serviços públicos. Ele destacou as qualidades do conselheiro Osmar Jeronymo, “que tem larga experiência na administração pública e certamente dará uma grande contribuição do Tribunal”.   Osmar Jeronymo assinou o livro de posse e fez o juramento solene de servir e representar o TCE-MS. “Chego para aprender, chego para ouvir”, afirmou. Ele destacou que traz em sua bagagem a humildade e o reconhecimento de estar diante dos maiores especialistas em contas publicas do Estado, responsáveis pelo zelo das melhores práticas gerenciais e pelo controle das contas públicas, visando evitar danos ao erário.   “Recomeçar é a vocação dos que acreditam no trabalho, na luta e na conquista” afirmou. Segundo ele, “esse é um chamado que me inspira a partir de tudo que vi e aprendi ao lado do irmão e líder André Puccinelli, a quem dirijo minha gratidão, sem qualquer temor ou receio diante das responsabilidades que assumo a partir de agora. A gratidão se estende também aos nobres deputados estaduais que indicaram meu nome”.   Osmar Jeronymo é  natural de Baraguassu Paulista (SP) onde nasceu em 30/12/1959. Formado em economista pela Universidade Estadual de Marília,  foi sub-chefe da Casa Civil no Governo Wilson Martins, chefe de gabinete do então deputado André Puccinelli, secretário de Governo nas duas gestões de André Puccinelli na prefeitura de Campo Grande e durante parte do primeiro mandato do prefeito Nelson Trad Filho. De 2007 até a presente data exerceu a função de secretário de Estado de Governo.